BLOG

eletro@thiago

4 dicas incríveis para iluminação de banheiros

4 dicas incríveis para iluminação de banheiros

Além de peça-chave no projeto de decoração, a iluminação de banheiros requer praticidade, aconchego e, por que não, relaxamento. Com esse ar de complexidade, surgem as várias possibilidades de luz, só que tudo deve estar de acordo com as necessidades de quem utiliza o espaço.

Assim, será possível deixar a iluminação ideal para a maquiagem ou o barbear, por exemplo, e ao mesmo tempo criar um ambiente de total relaxamento em torno da banheira, não é verdade?.

Portanto, se você quer aprender a iluminar um banheiro que harmonize com os mais diferentes cuidados que se tem com o corpo, não pode perder as dicas que separamos neste artigo! Confira!

1. Escolha o tipo certo de lâmpada

Antes de tudo é preciso considerar o IRC (Índice de Reprodução de Cor), pois é por meio dele que a iluminação será projetada mais próxima da tonalidade natural. Os modelos com o IRC entre 80 e 100 são os mais recomendados, pois não distorcem as cores do ambiente (existem modelos fluorescentes e LED com IRC 80).

Afinal, já pensou como esse detalhe poderia fazer toda a diferença na hora daquela superprodução de maquiagem? Sem dúvidas, ter uma ilusão de cor nesse momento poderia colocar todo o trabalho a perder.

Como podemos ver, o banheiro é um local para tarefas pontuais. Por isso, as lâmpadas neutras de 4.000K ou branco-azuladas de 6.000K são as mais utilizadas, mas nada impede que lâmpadas amareladas de 2.700K entrem em cena. Aliás, um bom banho de banheira merece o aconchego da luz amarela, não é mesmo?

2. Posicione os focos de luz adequadamente

Não dá para passar horas em frente ao espelho driblando as sombras e os reflexos que insistem em aparecer a cada movimento, certo? Por esse motivo, os focos de luz precisam estar bem posicionados para o que se pretende no local.

Boas opções para a bancada são as arandelas, uma de cada lado frontal. Elas oferecem boa iluminação sem criar reflexos ou ofuscar no espelho. Outra boa dica é posicionar uma luminária inclinada para o rosto — essa medida também evita os temidos reflexos.

Além da luz central, pontos de luz podem ser distribuídos pelo box e próximos ao sanitário. O mais importante, nesse caso, é ter o cuidado de não colocar excesso de luz em ambientes pequenos e pouca iluminação nos ambientes maiores. Vale lembrar que algumas empresas oferecem serviços especializados para projetos de iluminação.

3. Invista na iluminação de banheiros indireta

A luz indireta é cada vez mais uma tendência na decoração de ambientes, pois busca a iluminação como um todo, sem focar diretamente em determinado objeto. Portanto, ela se torna ideal para banheiros, clareando o ambiente de forma menos evidente.

A grande vantagem é proporcionar um conforto visual, já que a iluminação se torna suave e difusa. Além da luz geral no teto, as luminárias com fachos indiretos podem ser colocadas ao redor da bancada, da banheira e do box.

Vale lembrar que a luz indireta incide sobre a superfície para depois refletir nos demais cantos. Por isso, os tons claros das superfícies evidenciam melhor o efeito. Caso haja a necessidade de mais claridade em alguns pontos, é possível recorrer a pontos de luz direta simultaneamente.

4. Aproveite a luz natural

Para a maior eficiência de um projeto luminotécnico, deve ser levada em consideração a iluminação natural do ambiente. Com ela, será possível potencializar o funcionamento das luminárias e dos spots pelo banheiro.

Portanto, uma boa dica é evitar o bloqueio dos espaços de entrada de luz externa. Certamente você vai perceber a diferença quando terminar a instalação luminosa no banheiro. Box e demais objetos também devem favorecer a entrada de luz no ambiente.

E então, gostou das nossas dicas de iluminação de banheiros? Observando alguns aspectos básicos, o projeto luminotécnico pode se tornar bem simples! Para ficar por dentro de outros conteúdos como este, curta a nossa página no Facebook!

Posts recentes

Áreas de Atuação

IMAGEM DE PROPAGANDA