Ligue para nós

(62) 3254 8000

E-mail

falecom@eletroenergia.com.br

Novo padrão de tomadas: quebrar o terceiro pino é errado?

Com a implantação do novo padrão brasileiro de tomadas, muitas pessoas tiveram dificuldades para ligar seus equipamentos. Ao mesmo tempo em que esse novo padrão oferece mais segurança aos usuários e equipamentos, ele ainda encontra algumas tomadas com apenas dois conectores. Existem no mercado muitos adaptadores que “resolvem” esse problema de maneira rápida, mas em contrapartida não preservam a segurança, que foi o principal motivo da implantação desse padrão.

Outra forma equivocada para resolver esse empecilho é quebrando o terceiro pino, mas será que essa realmente é a melhor opção para solucionar essa questão? No post de hoje vamos comentar se é correto ou não quebrar o terceiro pino em equipamentos com o novo padrão de tomadas. Continue lendo!

Qual a finalidade do terceiro pino?

O terceiro pino, que fica no meio, é chamado de pino terra e tem o objetivo de isolar o excesso de carga não utilizado que poderia danificar o aparelho. Isso quer dizer que, caso haja uma oscilação na rede de energia elétrica de forma repentina, como um raio ou curto-circuito, os equipamentos aterrados estarão seguros. Já os equipamentos que estiverem sem aterramento não terão para onde enviar o excesso de carga, podendo queimar componentes internos e até mesmo causar fortes choques elétricos aos usuários.

Existe algum caso em que o pino terra pode ser quebrado?

Na realidade, até algum tempo atrás pouquíssimas casas eram construídas com o aterramento para todas as tomadas, dando preferência apenas para chuveiros, torneiras elétricas e computadores. Além disso, até hoje muitas edificações do país têm instalações elétricas antigas, não adaptadas ao novo padrão de tomadas. Nesses casos, não faz sentido continuar com o terceiro pino, pois ele não fará diferença alguma. Porém, o mais indicado ainda é aterrar toda a instalação da residência para garantir a segurança.

É correto usar adaptadores?

Os adaptadores são apenas soluções paliativas para essa situação. Você pode até utilizar alguns adaptadores caso não queira realizar as alterações na rede elétrica da sua casa no memento, mas a ideia é parecida com a de quebrar o terceiro pino. É importante ficar ciente que os usuários, e também os equipamentos, continuarão desprotegidos, pois esses adaptadores, na verdade, só fazem a ligação da corrente elétrica e não conectam o pino terra a nenhum local.

Quebrar o terceiro pino danifica o aparelho?

Ao contrário do que muitos afirmam, quebrar o terceiro pino não danifica o aparelho. Como comentamos anteriormente, se a rede elétrica não é aterrada, o pino terra se torna irrelevante. Então, o terceiro pino só cumprirá o seu papel se a rede elétrica tiver um aterramento adequado. O principal problema poderá ocorrer se o aparelho ainda estiver na garantia, pois qualquer alteração de um equipamento que estiver nesse período, inclusive quebrar o pino, poderá fazer com que ele perca a condição da garantia.

Para garantir mais segurança, é preciso se certificar se em sua casa ou prédio as tomadas têm um sistema de aterramento instalado. Afinal, é pelo terra que o excesso de carga elétrica vindo das tomadas será dissipado no solo.