BLOG

eletro@thiago

De que forma a lâmpada LED afeta meu bolso?

De que forma a lâmpada LED afeta meu bolso?

Gerar economia e garantir a sustentabilidade do planeta são duas necessidades cada vez mais urgentes, e por isso têm pautado muitas escolhas no ramo da construção civil.

E por falar em iluminação, existe um produto que tem sido apontado como uma solução viável para ambos os problemas citados acima: a lâmpada LED. Mas será que a economia produzida por essa tecnologia é realmente capaz de compensar seu custo mais alto de aquisição?

Se você também tem essa dúvida, o post de hoje vem dar uma luz para te ajudar a descobrir de que forma a utilização do LED pode afetar seu bolso. Quer saber que vantagens e benefícios essa tecnologia pode trazer para os consumidores? Confira tudo isso agora mesmo e clareie suas ideias!

A lâmpada LED reduz o consumo de energia

Fazer economia é sempre bem-vindo, especialmente em tempos de crise. Nesse quesito, as lâmpadas LED realmente demonstram vantagem em relação a outros produtos do setor.

A título de comparação, com apenas 8 watts de potência elas conseguem a mesma luminosidade que antes era obtida com uma lâmpada incandescente de 100 watts. O resultado dessa eficiência pode ser visto na conta de energia elétrica.

Em relação a uma lâmpada fluorescente, por exemplo, há uma queda aproximada de 57% nos gastos com iluminação. Quando comparada às incandescentes, a economia é ainda maior, chegando a 90%.

Maior durabilidade

O tempo de vida útil de uma lâmpada LED é muito superior ao de uma lâmpada fluorescente, sua principal concorrente no mercado atual.

Enquanto a iluminação fluorescente oferece uma duração média de 6.000 a 10.000 horas, o LED sai na frente com 50.000 horas de uso — um número que pode dobrar. Isso significa que uma lâmpada com essa tecnologia pode durar inacreditáveis 17 anos se for utilizada por 8 horas ao dia.

Baixos custos de manutenção

Lâmpadas LED são definitivamente construídas para durar. A alta resistência dos materiais usados em sua composição contribui para que elas se tornem à prova de impactos, choques e vibrações — inclusive em condições bastante adversas.

Por esse motivo, tem sido cada vez maior a procura desse tipo de produto para ambientes externos e sistemas de iluminação ao ar livre. Afinal, essas situações demandam tolerância a vento, chuva, poeira e fumaça — funções que o LED cumpre perfeitamente.

Conforto e arranque rápido

Apesar da vida útil com o triplo de duração de uma lâmpada fluorescente, muitas pessoas ainda se perguntam se o LED é realmente vantajoso devido ao custo de aquisição.

Em termos financeiros, a resposta seria automaticamente sim (embora o valor não seja tão discrepante). No entanto, existem ainda outros fatores que precisam ser considerados, especialmente o conforto das pessoas que circulam no ambiente.

Além da versatilidade de cores, o LED também proporciona sensação de aconchego e conforto visual para a realização de qualquer tarefa. Infelizmente, isso não acontece com outras lâmpadas existentes no mercado. Portanto, ele é a melhor opção para não comprometer seu bem-estar e produtividade.

Por fim, outro ponto de comparação é a capacidade de arranque. Ou seja, o tempo que as lâmpadas levam para alcançar seu nível máximo de luminosidade após o acionamento do interruptor. Nesse quesito, o LED é bem mais rápido que as lâmpadas fluorescentes.

Existem muitos motivos para adotar a lâmpada LED, mas o assunto não para por aí! Ela pode aliviar ainda mais seu bolso quando aliada a outras tecnologias para reduzir do consumo de energia. Quer saber como? Confira agora a eficácia das lâmpadas LED nutridas por energia solar e descubra como tornar sua casa energeticamente mais eficiente, sustentável e econômica!

Posts recentes

Áreas de Atuação

IMAGEM DE PROPAGANDA