BLOG

eletro@thiago

Lâmpadas de LED vs. Lâmpadas fluorescentes: entenda qual é melhor

Lâmpadas de LED vs. Lâmpadas fluorescentes: entenda qual é melhor

Você já ficou em dúvida na hora de comprar lâmpadas para sua casa? Afinal, quais são as mais apropriadas? Quais economizam mais energia? Qual é o melhor custo-benefício?

São muitos os questionamentos que cercam esse assunto, em especial depois da extinção das antigas incandescentes, que deram lugar no mercado para as queridinhas fluorescentes. Mas eis que surge um novo tipo, prometendo vantagens ainda maiores: as lâmpadas de LED.

Se você também tem essas dúvidas, não perca o artigo de hoje. Nele, vamos ensinar a diferenciar as lâmpadas fluorescente e as de LED, comparar gastos, medir a durabilidade, pesquisar a média de preço e entender a capacidade de iluminação de cada uma.

Continue a leitura e entenda como escolher a que melhor atende às necessidades da sua casa:

Lâmpadas Fluorescentes

Vantagens

Temperatura

A maior vantagem das lâmpadas fluorescentes é que a energia consumida por elas não emite calor, ou seja, ela não esquenta conforme o uso, como as antigas incandescentes. Sendo assim, quase tudo que é consumido acaba sendo revertido em luz.

Economia

As fluorescentes geram em torno de 80 lúmens (Lm) por cada watt (W) que consomem e, assim, gastam bem menos energia. Por isso, ela proporciona uma economia de 80% na conta, ao fim do mês.

Lembre-se: o lúmen nada mais é do que o fluxo luminoso, ou seja, o potencial de emissão de luz. O valor de lúmens produzidos a cada watt consumido (Lm/W) é a melhor forma de medir se a lâmpada escolhida é realmente boa.

Vida útil

A vida útil de uma lâmpada fluorescente é bem maior do que a das incandescentes. Elas podem durar até seis vezes mais, totalizando 8 mil horas, com o custo aproximado de 10 reais por unidade. Além disso, elas tendem a consumir menos energia caso o uso seja contínuo — ou seja, quanto mais tempo ficarem acesas, menor o consumo energético para produzir a mesma iluminação. Também não queimam facilmente ao serem ligadas ou desligadas.

Sustentabilidade

Mais uma importante vantagem está na redução da emissão de gás carbônico para o meio ambiente. Apenas uma unidade tem a capacidade de evitar o envio de cerca de meia tonelada de CO2 para a atmosfera, durante sua vida útil.

Versatilidade

Por fim, as lâmpadas fluorescentes podem ser usadas em qualquer tipo de espaço. Seus vários formatos e tamanhos permitem que elas sejam aproveitadas tanto no teto, a forma mais comum, quanto em luminárias e candeeiros de mesa, ou até mesmo em iluminação de pista.

Desvantagens

Descarte

A maior desvantagem está no interior da lâmpada fluorescente, ainda mais em tempos de grande preocupação com o descarte do lixo que produzimos todos os dias, que deve ser feito de forma consciente e sustentável.

Isso acontece porque ela é composta de mercúrio, substância altamente nociva para o meio ambiente. Como ainda não é possível fazer um descarte seguro de itens que contenham o elemento químico, a indústria tenta reduzir seu uso no nosso dia a dia.

Instalação

Para quem não tem conhecimentos elétricos, outra importante desvantagem pode ser a instalação. A primeira vez que você for utilizar esse tipo de iluminação, é possível que ela tenha que ser feita por um profissional eletricista, já que essas lâmpadas possuem conexões mais complexas.

Potência

Em relação ao potencial luminoso, é possível que a luz emitida acabe tremendo visivelmente, podendo também produzir um facho desigual. Além de incomodar e distrair o usuário, essas questões técnicas podem cansar a visão com mais facilidade, o que fazem que ela não seja a melhor opção para ambientes de trabalho, por exemplo.

Outra desvantagem é que ela precisa de um certo tempo de funcionamento para alcançar seu potencial máximo. Mesmo sem aumentar a chance de queimar a lâmpada, ligar e desligar muitas vezes diminui sua vida útil.

Lâmpadas de LED

Vantagens

Durabilidade

As lâmpadas de LED têm uma vida longa. Sua duração pode variar entre 25 e 50 mil horas. Se estiver ligada ininterruptamente, 8 horas por dia, ela pode ser utilizada por até 17 anos. Tudo isso com um custo aproximado de 50 reais por unidade.

Manutenção

Grosso modo, uma lâmpada de LED equivale a 8 fluorescentes compactas — e quase 50 incandescentes. Isso significa que a versão de LED exigirá um custo mínimo de manutenção, o que é extremamente positivo, já que a troca não é constante — pelo contrário, é raramente feita. Dessa forma, sua principal indicação e onde elas costumam ser mais aproveitadas, no momento, é em lugares de difícil acesso, como pontes e demais estruturas públicas altas.

Versatilidade

Por não possuir um risco de contato direto com a rede elétrica, essa lâmpada pode ser usada, inclusive, em locais que apresentam alta umidade, como saunas, e até dentro de piscinas.

Temperatura

Outro ponto positivo das lâmpadas de LED é que elas possuem uma emissão de calor baixíssima, até menor que as fluorescentes. Elas também não emitem raios infravermelhos e ultravioletas, causando menos danos à saúde dos olhos, e ainda podendo ser instaladas em museus e áreas com vegetação, pois não estragam as peças nem as plantas.

Cores

Por fim, engana-se quem pensa que o LED só tem uma tonalidade. Assim como as fluorescentes, existem três opções de tonalidade, baseadas na temperatura da cor. São elas: brancas (ideais para áreas de serviço, cozinhas e banheiros), neutras (para escritórios e locais de trabalho) e amarelas (para lugares de descanso, como salas e quartos).

Desvantagens

Preço

Talvez o grande vilão e a principal desvantagem para a popularização do LED em todos os ambientes seja o preço. Seu custo ainda é muito alto por ser uma tecnologia relativamente nova.

Instalação

Assim como na primeira instalação das fluorescentes, as lâmpadas de LED podem exigir uma mão de obra especializada no assunto — ainda mais difícil de encontrar e com valor mais alto. Isso se dá por conta de sua composição única, à qual as casas e apartamentos podem não estar adaptados.

Segurança

Também é importante saber que, caso você opte pelo LED, os picos de alta ou baixa tensão causados por causa de alterações no sistema da rede elétrica pedem o uso de aparelhos específicos de segurança. Eles evitam o prejuízo na iluminação dos ambientes e quaisquer acidentes.

Somando o custo da lâmpada, do profissional que vai fazer a instalação e do investimento em segurança, a opção pode sair ainda mais cara do que o previsto. Apesar de gerar uma economia na conta de energia ainda maior que a fluorescente, pode não ser interessante em um curto prazo. É por isso que é comum que a troca da iluminação da sua casa pelo LED demore um pouco, priorizando os ambientes que permanecem mais tempo com a luz acesa.

Viu só? Vantagens não faltam para as lâmpadas fluorescentes nem para as de LED. É nas desvantagens que vão pesar a sua escolha antes de fazer o investimento. Mas agora que você já sabe decidir qual a que se encaixa melhor ao local de utilização e seu custo-benefício, está mais fácil comprar sem errar.

Gostou de saber mais sobre lâmpadas de LED e lâmpadas fluorescentes? Restou alguma dúvida sobre o assunto? Conte pra gente aqui nos comentários!

Posts recentes

Áreas de Atuação

IMAGEM DE PROPAGANDA