BLOG

eletro@thiago

Tomada de 3 pinos: entenda o que mudou e por quê

Tomada de 3 pinos: entenda o que mudou e por quê

O padrão brasileiro de tomadas mudou, e a principal dúvida do consumidor é sobre como e por que essa transição é vantajosa.

No post de hoje você vai conhecer melhor o formato da tomada de 3 pinos, conferir suas vantagens em relação ao padrão anterior e entender as normas técnicas que regulam seu funcionamento. Acompanhe!

Necessidade de um padrão

Há alguns anos atrás, diversos tipos de plugues eram encontrados no mercado, dificultando a relação do consumidor com a aquisição de eletro portáteis e exigindo trocas frequentes de tomadas.

Para regulamentar essa situação, a ABNT instituiu, através do Padrão Brasileiro de Plugues e Tomadas, dois padrões amplamente utilizados no país. Essa mudança simplificou a vida do consumidor, que tinha no novo padrão a segurança da compatibilidade com suas instalações elétricas.

Plugues de 2 ou 3 pinos com conexões redondas, achatadas ou mistas se tornaram padrão. O uso incorreto desse tipo de conexão, entretanto, foi responsável por milhares de acidentes, já que não certificava a proteção adequada com relação à corrente elétrica, e seu mau-uso foi causa comum de transtornos fatais.

Proteção do usuário

O novo padrão brasileiro de tomadas surgiu como forma de evitar esses acidentes. Além de possuírem entrada específica para aterramento por definição (fator necessário para garantir a segurança contra choques em aparelhos como refrigeradores, ar condicionados e computadores, por exemplo), elas eliminam de vez a necessidade de centenas de adaptadores e benjamins

Por não sobrecarregarem as fontes de energia, a tomada de 3 pinos oferece menos risco ao usuário. Nos aparelhos que não exigem aterramento, por exemplo, o padrão garante a compatibilidade eliminando o terceiro pino.

O uso de adaptadores que fazem a conversão entre os padrões antigos (que exibiam em sua configuração pinos chatos) deixou de ser recomendado pelo Inmetro, que passou a fiscalizar sua venda e proibiu a produção de novos modelos. Quem possui um aparelho doméstico que ainda depende da conexão antiga deve optar pela troca do plugue para se beneficiar da segurança e estabilidade do novo padrão.

Vantagens da tomada de 3 pinos

Economia e alta potência

O novo padrão oferece duas configurações para plugues e tomadas, com diâmetros de 4 mm para aparelhos com corrente de até 10 ampères e 4,8 mm para os que podem chegar ao dobro disso.

A diferença no diâmetro garante mais segurança ao consumidor pois evita o mau uso e a sobrecarga decorrente deste. A tomada de 3 pinos também ajuda a economizar energia, já que permite a instalação de menos tomadas de alta potência, reservando-as para equipamentos específicos.

Design inteligente

Outra de suas conveniências está no design dos pinos em si, que possui um trecho isolante em sua base. Advém dele a necessidade de profundidade na instalação, mas seu funcionamento como preventor de acidentes é garantido. O usuário jamais entrará em contato com os pinos energizados, obtendo uma proteção extra.

Segurança para as crianças

O formato apresenta outros privilégios quando comparado aos anteriores, já que seu design foi desenvolvido levando em consideração a experiência de uso doméstico. Por serem côncavas, os novos plugues ajudam a proteger os pequenos dos choques comuns ao colocar o dedo nos orifícios diretamente conectados a corrente elétrica.

Agora que você entendeu o que mudou com a tomada de 3 pinos e quais são os principais benefícios na troca, que tal compartilhar este post com seus amigos em suas redes sociais? Conhecendo as vantagens proporcionadas pelo novo plugue, a mudança ficará ainda mais fácil!

Posts recentes

Áreas de Atuação

IMAGEM DE PROPAGANDA