BLOG

eletro@thiago

Projetos de iluminação: esclarecemos 6 mitos

Projetos de iluminação: esclarecemos 6 mitos

Em ambientes internos ou externos, os projetos de iluminação são essenciais para valorizar a decoração do espaço. Para isso, porém, é importante planejar a quantidade e tipos de lâmpadas e luminárias que serão usadas para compor o ambiente, além dos pontos em que serão dispostas para destacar diferentes elementos.

Está com dúvidas sobre como planejar uma boa iluminação? Então confira os 6 mitos comuns nos projetos de iluminação que esclarecemos para você!

1. Lâmpadas incandescentes são mais econômicas do que as de LED?

É certo que as lâmpadas incandescentes são econômicas, porém não mais do que as de LED. Na hora da compra as incandescentes são baratas, mas a longo prazo as de LED trazem mais benefícios.

Além da maior durabilidade, as lâmpadas de LED gastam menos energia. Em comparação às incandescentes, elas duram 40 mil horas a mais.

2. Não é possível corrigir um projeto de iluminação?

Não ficou satisfeito com o projeto de iluminação do ambiente e está pensando que não há conserto (ou que isso será muito trabalhoso)? Saiba que esse é um grande mito.

Se a escolha de lâmpadas e o posicionamento delas projetaram uma atmosfera fria ao ambiente da casa, você poderá corrigir isso usando abajures de cúpulas claras com lâmpadas halógenas ou incandescentes. O tom amarelado delas é capaz de aquecer e dar maior sensação de conforto ao espaço.

O filtro de policarbonato, um tipo de gelatina corretiva de cor âmbar, também é uma ótima saída para uma situação como essa.

3. Vale a pena investir em lâmpadas incandescentes?

A verdade é que não vale a pena investir em lâmpadas incandescentes. Elas apresentam baixa eficiência energética, menos durabilidade e maior gasto de energia. Sempre que possível, prefira substitui-las por opções mais econômicas que possuam o mesmo efeito.

O uso de lâmpadas incandescente tem diminuído e é muito possível que algumas desapareçam do mercado futuramente.

4. Os LEDs servem para todas as situações?

Não é verdade. Os LEDs não são apropriados para projetos de iluminação que peçam a reprodução das diferentes nuances da luz solar, por exemplo. Embora aslâmpadas de LED tenham a opção de diminuir ou aumentar a claridade, elas emitem uma luz muito esbranquiçada e fria, que pode comprometer o conforto de ambientes como sala e quarto.

5. Tanto faz luz branca ou amarela?

Quem pensa que não há diferença entre a luz branca e a amarela, está muito enganado! A escolha de um tom mais frio ou mais quente é que definirá a atmosfera do ambiente, valorizando a decoração.

A luz amarela deixa o espaço mais aconchegante e vai muito bem em quartos, salas e corredores. Já a branca é ideal para lugares que precisam de uma iluminaçãomais forte, como escritório, cozinha, banheiro e lavanderia.

6. Preocupação com a iluminação externa é desnecessária?

Pode parecer desnecessário, mas projetos de iluminação externa são fundamentais para valorizar elementos como a vegetação, árvores, piscina, decks e escadas. É muito importante planejar os focos de luz para dar destaque a pontos específicos do jardim e trabalhar jogos de sombra para dar profundidade e melhorar a estética da área.

Após esclarecer as dúvidas, é hora de colocar a mão na massa! Crie seus projetos de iluminação levando em conta os elementos que pretende destacar no ambiente, a sensação que pretende transmitir e a boa distribuição da luz. E não se esqueça de investir em lâmpadas adequadas.

Agora que você já desmistificou alguns conceitos sobre os projetos de iluminação, que tal conhecer um pouco mais sobre as lâmpadas de LED? Confira agora 6 vantagens das lâmpadas de LED para otimizar a iluminação do seu ambiente!

Posts recentes

Áreas de Atuação

IMAGEM DE PROPAGANDA